BEM VINDO!

Obrigada por visitar o blog,
aproveite os conteúdos e registre suas sugestões.
Bom Estudo!

TERMINOLOGIAS MÉDICAS E DE ENFERMAGEM

Terminologias


1. Abscesso – coleção de pus contendo células e microorganismos mortos, apresenta-se como uma bolsa bem delimitada na área infectada.


2. Adenite – Inflamação dos gânglios linfáticos.


3. Adiposo – de natureza gordurosa.


4. Aerofagia – deglutição voluntária ou involuntária de ar que penetra no estômago e se acumula.


5. Afagia – impossibilidade de deglutir.


6. Afasia – impossibilidade de falar ou entender a palavra falada em decorrência de disfunção dos centros cerebrais.


7. Afebril – que está sem febre.


8. Afonia – perda da voz.


9. Alérgeno – substância capaz de provocar alergia.


10. Alergia – reação de hipersensibilidade adquirida do organismo a uma determinada substância (ex: pelos, pólen, leite, medicamentos...). Os sinais mais freqüentes são: urticária, coriza, asma.


11. Álgico – relativo à dor.


12. Alopecia – perda de cabelos ou pelos ocasionada por diversas doenças. Pode ser total ou parcial, prematura ou senil.


13. Amenorréia – ausência anormal do fluxo menstrual.


14. Analgésico – que suprime a dor.


15. Anasarca – edema generalizado.


16. Anastomose – comunicação natural ou cirúrgica entre dois condutos.


17. Anisocoria – desigualdade de diâmetro das pupilas.


18. Anosmia – diminuição ou perda completa do olfato, pode ser transitória ou permanente.


19. Anóxia – falta de oxigênio nos tecidos.


20. Anúria – ausência da eliminação urinaria.


21. Apatia – falta de energia, estado de indiferença.


22. Apático – indiferente, sem reações afetivas.


23. Apnéia – parada dos movimentos respiratórios.


24. Assepsia – ausência completa de germes patogênicos.


25. Asséptico – estéril, sem contaminação.


26. Astenia – fadiga, enfraquecimento, falta de vitalidade, perda de energia em conseqüência de um estado de fraqueza geral.


27. Ataxia – incoordenação motora (ex: mal de Parkinson)


28. Atonia – falta de tônus muscular.


29. Autoclave – aparelho esterilizador com base no vapor d’água sob pressão, a 120ºC de temperatura.


30. Balanite – inflamação da glande.


31. Balanopostite – inflamação da glande e do prepúcio.


32. Banho de assento – Semicúpio. Imersão da bacia e dos quadris.


33. Blefarite – inflamação das pálpebras.


34. Bradicardia – diminuição dos batimentos cardíacos.


35. Bradipnéia – movimento respiratório abaixo do normal.


36. Caquexia – desnutrição adiantada, emagrecimento severo.


37. Cefaléia – dor de cabeça.


38. Ceratite – inflamação da córnea.


39. Cianose – cor azulada da pele por falta de oxigênio no sangue.


40. Claudicar – o mesmo que mancar.


41. Colúria – presença de bilirrubina ou bílis na urina.


42. Conjuntiva – membrana que recobre a parte externa do globo ocular e parte interna da pálpebra.


43. Conjuntivite – inflamação da conjuntiva.


44. Constipação – retenção de fezes no intestino por um tempo demasiadamente longo.


45. Corpo estranho – qualquer material encontrado no corpo que não deveria estar.


46. Debridamento – limpeza mecânica de uma ferida infectada com remoção de tecidos desvitalizados e secreção.


47. Desinfecção – destruição de microorganismo patogênico.


48. Diplopia – visão dupla.


49. Disfagia – dificuldade de deglutir.


50. Dislalia – comprometimento da fala, dificuldade na pronúncia das palavras.


51. Dismenorréia – menstruação difícil e dolorosa.


52. Dispareunia – dor na relação sexual.


53. Dispnéia – dificuldade respiratória.


54. Dispnéico – aquele que apresenta dispnéia.


55. Disúria – micção difícil e dolorosa.


56. Diurese – eliminação de urina.


57. Êmese – ato de vomitar.


58. Emético – substância que induz o vômito.


59. Enterorragia – hemorragia intestinal, eliminação de sangue nas fezes.


60. Enurese – incontinência urinaria noturna.


61. Epigástrio – porção média e superior do abdômen.


62. Epigastralgia – dor no epigastro.


63. Epistaxe – hemorragia nasal


64. Equimose – mancha escura ou azulada em decorrência do extravasamento de sangue no tecido subcutâneo.


65. Eritema – vermelhidão na pele que desaparece à compressão do local.


66. Eructação – eliminação de gases estomacais pela boca, na linguagem popular o mesmo que arrotar.


67. Escotomas – pontos luminosos no campo visual que ocorre na hipertensão arterial.


68. Esmegma – secreção caseosa que se acumula em redor do prepúcio ou dos pequenos lábios.


69. Esputo – escarro; material expectorado; pode ser mucoso, purulento, hemorrágico, espumoso.


70. Estase – estagnação de um líquido anteriormente circulante.


71. Esteatorréia - evacuação de fezes descoradas, contendo muita gordura.


72. Estenose – estreitamento congênito ou adquirido de uma estrutura tubular (ex: estenose de esôfago).


73. Estéril – asséptico, livre de qualquer micróbio.


74. Esterilização – operação pela qual uma substância ou um objeto passa a não conter nenhum micróbio.


75. Estomatite – inflamação da mucosa oral.


76. Etilismo – vício do uso de bebidas alcoólicas, intoxicação crônica pelo álcool etílico.


77. Eupnéia – respiração normal, sem dificuldade.


78. Evacuação – eliminação de fezes.


79. Exantema – deflorência cutânea, qualquer erupção cutânea.


80. Expectoração – expulsão de catarro das vias respiratórias.


81. Exsudato – líquido orgânico, rico em proteínas, de natureza inflamatória, formado pela passagem do soro através das paredes vasculares dos tecidos.


82. Febrícula – febre pouco elevada e passageira.


83. Fenestrado - com aberturas ou janelas.


84. Fétido – que exala um odor desagradável.


85. Filiforme – em forma de fio; diz-se de um pulso fraco, fino.


86. Flato – ar ou gases do intestino.


87. Flatulência – acúmulo de gases nos intestinos, provocando uma distensão e eliminação dos gases pelo ânus.


88. Flebite – inflamação de uma veia.


89. Flebotomia – incisão de uma veia, venosecção.


90. Fllictema ou flictena – elevação da epiderme com forma irregular, preenchida por líquido; bolha.


91. Friável – que se rompe ou se quebra facilmente.


92. Galactagogo – que estimula a secreção de leite.


93. Gengivite – inflamação da gengiva.


94. Glicosúria – presença de açúcar na urina.


95. Glossite – inflamação da língua.


96. Halitose – mau hálito.


97. Hematêmese – vômito com sangue.


98. Hematoma – coleção de sangue em tecido traumatizado.


99. Hematúria – presença de sangue na urina.


100. Hemiparesia – perda da sensibilidade em um lado do corpo.


101. Hemiplegia – paralisia de metade do corpo.


102. Hemoptise – hemorragia de origem pulmonar, expectoração com sangue.


103. Hemostasia – processo para conter a hemorragia, coagulação do sangue.


104. Hemotórax – coleção de sangue, na cavidade pleural.


105. Hepatoesplenomegalia – aumento do volume do fígado e do baço.


106. Hialino – cristalino, transparente.


107. Hígio – saudável.


108. Hiperemese – vômitos excessivos ou incoercíveis.


109. Hiperemia – coloração avermelhada da pela causada por congestão sanguinea.


110. Hiperglicemia – excesso de glicose no sangue.


111. Hipertermia – elevação da temperatura corporal.


112. Hipo-osmia – diminuição do olfato.


113. Hipotensão – diminuição anormal da pressão arterial.


114. Hipotonia – tonicidade muscular diminuída.


115. Hipóxia – diminuição de oxigênio no sangue.


116. Hordéolo – inflamação de uma glândula sebácea da pálpebra, (terçol).


117. Icterícia – coloração amarelada da pele e mucosas devido ao aumento da quantidade de bilirrubina no sangue.


118. Ictérico – com icterícia, relativo à icterícia


119. Inapetência – falta de apetite, anorexia.


120. Incontinência – perda de controle vesical ou intestinal.


121. Indolor – sem dor.


122. Ingesta – conjunto de alimentos e/ou líquidos ingeridos.


123. Isquemia – diminuição ou interrupção da circulação sanguínea a um tecido ou órgão.


124. Jejum – estado de privação de alimento sólido ou líquido durante um tempo determinado.


125. Lacerar – o mesmo que rasgar, dilacerar.


126. Lipotímia – estado de mal-estar caracterizado por fraqueza muscular , transpiração e distúrbios visuais, podendo haver ou não perda dos sentidos


127. Meato – orifício de um canal (ex. meato uretral)


128. Melena – fezes com sangue, em forma de borra de café. É o sangue que vem do estômago ou duodeno e sofreu transformações químicas.


129. Menarca – primeira menstruação.


130. Mento – saliência que se localiza abaixo do lábio inferior (queixo).


131. Metrorragia – hemorragia uterina fora do período menstrual.


132. Mialgia – dor muscular.


133. Miíase – presença de larvas de moscas no organismo.


134. Micção – expulsão de urina da bexiga, ato de urinar.


135. Miose – contração da pupila.


136. Mucosa – membrana que reveste as cavidades do organismo (ex. boca, olhos, estômago, pulmões).


137. Náusea – vontade de vomitar seguida ou não de vômito.


138. Necrose – processo de morte dos tecidos de uma região do corpo por falta de nutrientes e/ou oxigênio.


139. Nictúria – micção freqüente á noite.


140. Nistagmo – sucessão de movimentos involuntários rítmicos e conjugados dos globos oculares.


141. Obesidade – excesso de tecido adiposo, aumento de peso superior a 25% do peso normal.


142. Obnubilação – estado de apatia e torpor, apresentando turvação e lentidão no pensamento.


143. Obstipação – constipação rebelde, prisão de ventre.


144. Oligúria – diminuição da quantidade de urina eliminada em 24 horas.


145. Ortopnéia – acentuada falta de ar em decúbito dorsal.


146. Otalgia – dor de ouvido.


147. Paraplegia – paralisia dos membros inferiores, que compromete parcialmente o tronco.


148. Paresia – paralisia ligeira ou incompleta que se manifesta como diminuição da força muscular.


149. Parestesia – alteração da sensibilidade, desordem nervosa, com sensações anormais. (ex. picadas, formigamentos).


150. Paroníquia – inflamação ao redor da unha.


151. Peristaltismo – movimentos de contração (de cima para baixo) do tubo digestivo.


152. Petéquias – pequenas hemorragias puntiformes.


153. Pirose – azia, fermentação ácida com sensação de calor no estômago.


154. Piúria – presença de pus na urina.


155. Polidipsia – sede excessiva.


156. Poliúria – aumento da quantidade de urina.


157. Precordial – relativo á área torácica que corresponde ao coração.


158. Priaprismo – ereção prolongada, dolorosa, não associada com estimulação sexual.


159. Profilático – que previne, que evita.


160. Proteinúria – presença de proteína na urina.


161. Prurido – coceira.


162. Ptose – queda ou posicionamento anormalmente baixo de uma estrutura ou órgão (ex. ptose palpebral).


163. Pus – líquido de cor turva, espesso formado na infecção. É composto de leucócitos, monócitos, células mortas e microorganismos.


164. Pústula – vesícula cheia de pus.


165. Queilose – afecção dos lábios e dos ângulos da boca.


166. Quelóide – excesso de tecido conjuntivo na cicatriz.


167. Recidiva – recaída, reaparecimento da doença após remissão bem-sucedida.


168. Refluxo – movimento do conteúdo líquido de um conduto orgânico em sentido contrario ao do movimento normal (ex. relfuxo gastroesofágico)


169. Regurgitação – volta de comia do estômago á boca.


170. Retenção urinária – incapacidade de eliminar a urina.


171. Rinorréia – coriza, descarga mucosa pelo nariz.


172. Sialorréia – salivação excessiva.


173. Sialosquiese – salivação deficiente


174. Taquipnéia – aumento da freqüência dos movimentos respiratórios.


175. Tenesmo – esforço doloroso (e involuntário) para evacuar sem eliminação de fezes.


176. Timpanismo – distensão por gases.


177. Urina residual – urina que permanece na bexiga após a micção. Mede-se mediante cateterismo.


178. Vasoconstrição – contração dos vasos com estreitamento de seu canal ou luz.


179. Vasodilatação – dilatação dos vasos sanguíneos.


180. Vesícula – pequena bolha contendo líquido.

Referências:

Dicionário de termos médicos e de enfermagem. Organização Deocleciano Torrieri Guimarães. 1ª edição, São Paulo: Rideel, 2002.

Dicionário Ilustrado de saúde. Carlos Roberto Lyra da Silva, Roberto Carlos Lyra da Silva, Dirce Laplaca Viana. 2ª edição, São Paulo: Yendis, 2005.